Eu quero ser...Jornalista com Mih Santos (MOBIC)


Já quis ser de tudo nessa vida, sério mesmo! De secretária á engenheira de alimentos, e como já disse sou muito, mas muito indecisa, então cada vez que uma pessoa perguntava oque eu queria "ser" dava uma resposta diferente, mas logo aí vem a faculdade e é hora da injustiça de "escolher oque você vai ser pelo resto de sua vida", pensando nisso fiz vários testes vocacionais, para achar uma profissão que me faria feliz, de todos e de acordo com meus gostos deu...jornalismo, então tive a ideia de falar com minha blogueira favorita e maravilhosa Mih Santos do MOBIC, ela é super simpática e foi super legal! Para quem não sabe ela se formou em jornalismo e respondeu umas perguntinhas que fiz.


-Como você soube que quis cursar jornalismo?
Desde criança eu sempre fui apaixonada por revistas e por escrever, mas nunca pensei que isso pudesse ser profissão. Quando fiquei um pouquinho maior, com meus 11/12 anos, criei um jornal mural na escola em que estudava e uma professora me disse que eu "seria jornalista". Foi a sementinha plantada. Acho que desde sempre eu soube, baseada nas coisas que sempre gostei de fazer e que sonhava em ser no futuro. Quando fiz 17 anos, fiz diversos testes vocacionais e todos direcionaram para o curso, então, acho que estava meio implícito mesmo rs. 

Mas não pense que nunca tive dúvidas, viu? Apesar de sempre saber o que queria, acabei prestando todos os vestibulares para publicidade e propaganda e precisei ficar um ano "parada" para decidir exatamente o que queria. Me formei em jornalismo e vi que fiz a escolha certa, mas não se pressione muito: dúvidas sempre existirão. Até mesmo depois de formada. 



-O que a sua profissão ajuda com blog?
Na escrita, no "faro" sobre o que falar e o que pode ser interessante. Porém, ser jornalista não é garantia de ter um blog de sucesso. A única "vantagem" é que sabemos o que pode ser mais interessante ou mais pesquisado, por exemplo, mas o que faz um blog bom é a personalidade de quem faz. E ser uma pessoa interessante, infelizmente, não faz parte da grade de nenhum curso. 

-Como que é a faculdade de jornalismo?
É incrível. Você pode até, no meio do caminho, não querer ser jornalista - acredite, isso acontece em todos os cursos -, mas com certeza vai amar o curso. Ele ensina, além de se comunicar, a se colocar muito no lugar das outras pessoas. Aprendi a ser empática na faculdade. Além disso, ele desconstrói preconceitos, faz você sair da caixa mesmo. A grade é incrível e até mesmo matérias que algumas pessoas julgam como "Inúteis" (como psicologia, antropologia, sociologia, etc) são de suma importância para você entender o outro e o que pode ser interessante para o outro. Afinal, jornalismo é uma profissão de serviço. 


- Dá para conciliar o blog, com a sua profissão?
Dá, mas não é fácil. A rotina de um jornalista é muito cheia, então, uso as madrugadas para fazer posts, ou chego do trabalho, faço uns 5 posts e os deixo agendados pela semana. Assim como a profissão, tem que ter muito amor pelo que faz para conseguir conciliar as duas coisas e fazer as duas de uma forma bem feita. 

- O  que você mais gosta de jornalismo?
De conhecer pessoas e aprender. Jornalismo é o tipo de profissão que te ensina uma coisa diferente a cada dia que passa. Você está em constante evolução - e isso é maravilhoso. 

E você já decidiu sua profissão? Me conte nos comentários! Obrigada Mih, beijos.

Nenhum comentário

Postar um comentário